"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

terça-feira, 26 de maio de 2015

Conjugação

Preparando provas, eis que me deparo com tal poema:


CONJUGAÇÃO 
(Affonso Romano de Sant’Anna) 

Eu falo 
Tu ouves 
Ele cala. 

Eu procuro 
Tu indagas 
Ele esconde. 

Eu planto 
Tu adubas 
Ele colhe. 

Eu ajunto 
Tu conservas 
Ele rouba. 

Eu defendo 
Tu combates 
Ele entrega. 

Eu canto 
Tu calas 
Ele vaia. 

Eu escrevo 
Tu me lês 
Ele apaga

Nenhum comentário:

Postar um comentário