"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

domingo, 21 de junho de 2015

Vid´água (poesia)

Vid´água

O que há acima de tudo?
Filosofia, ciência, religião.
Olho ao alto: fico mudo,
Sem ação.

Apenas sei, que haja o que houver
PINGA
e
CAI

E desabrocha o viver
Que fica
e
Que sai.

VID´ÁGUA

Que nós
Em corda enroscada
Fazemos pó
E transformamos em nada.

(21 de junho de 2015)


Boas Leituras!

Um comentário: