"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Sobre concursos literários e educação.


Esta é a poesia concreta que enviei para o concurso de poesias do Vale do Jequitinhonha há alguns dias atrás. Também fiz uma poesia com o mesmo título, só que em versos, para concorrer.
Resultado saiu ontem: meus textos não foram escolhidos entre os 10 melhores.
É fácil viver de literatura? Sim, pois ela é a seiva de minhas entranhas.
É fácil ganhar dinheiro com literatura? Não. E ponto.
É fácil viver de educação? Não, pois ela é a utopia que me consome.
É fácil ganhar dinheiro com educação? Sim, pois hoje qualquer um é profissional da educação que deseduca. E isso deprime, porém põe comida na minha mesa.

4 comentários:

  1. Verdade Fabi! Ganhar dinheiro com literatura não é fácil, mas ainda assim espero um dia conseguir publicar meu livro. Os sonhos nunca morrem né?
    Fique a vontade para publicar as dicas que postei lá no blog, ficarei muito feliz se isso ajudar mais pessoas a se interessarem por escrever!
    Beijo ;*

    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ma, a criançada gostou do tema e já está se empolgando...

      Excluir
  2. Gostei das reflexões, e uma pena não ter sido selecionado. Mas quem acredita sempre consegue, então não desiste não.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ju, você é muito gentil, mas na verdade, não devemos nunca desistir da cultura, em especial da literatura, pois acredito que apenas isso pode salvar o íntimo de todos nós! Obrigada pela visita! Bjks e Boas Leituras!

      Excluir