"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

sábado, 26 de dezembro de 2015

Antes do Baile Verde, Lygia Fagundes Telles.


Uma de minhas leituras recentes foi a reunião de contos de Lygia Fagundes Telles "Antes do Baile Verde". Tenho que admitir: A Lygia sempre me deixa profundamente de ressaca!

O livro é constituído por 18 contos onde a exploração psicológica dos personagens é constante, e o desenvolvimento dos mesmos acontece juntamente com o desenrolar das estórias através de diálogos entre os personagens e o olhar da narradora onisciente que adentra as mentes dos envolvidos da trama, inclusive nas nossas, meros leitores que diante a tão bem amarrado trabalho, sentimo-nos fantoches dos enredos e caímos em questionamentos profundos diante de nossas próprias atitudes e ações como seres humanos reais.
Dou destaque a 2 contos que me nocautearam mais que os outros: 

1. "Antes do baile Verde": é o conto que dá origem ao livro, onde a futilidade pelo prazer da vida sobressai-se diante do próprio estar vivo. Mexe com relações familiares e psicológicas de forma profunda e intimista com as dúvidas da protagonista em paradoxo constante.

2. "A caçada": Logo eu que tenho um gosto pelo surreal, me identifiquei totalmente com o protagonista que vive realidade e ficção num mesmo instante e local. Para mim esse conto é tão tanto,  que fiz a leitura dele lá no meu canal (como foi um dos meus primeiros videos, ainda está bem caseiro, espero que vocês consigam se deter a contação e não as tosquices da gravação! :D)


Particularmente, eu prefiro os livros físicos, mas se você não se incomodar em ler pela tela e ficou instigado a ler Lygia, aí vai o link do livro que já está em domínio público.

Antes do Baile Verde

Boas Leituras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário