"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

O gigante adormecido (conto)

Hoje venho trazer um conto que acabei de escrever para nos inspirarmos no início desse ano de eleições!

O gigante adormecido


Era uma vez, num reino distante e desigual, uma rainha má que há oito anos comandava o seu povo com falsa solidariedade, dando mal e porcamente pão e circo ao povo que sofria com os seus desmandos. Fome, sede e tragédias naturais e humanas eram o que faziam a plebe lutar pela sobrevivência. A briga hierárquica do castelo parecia, para os plebeus, uma novela distante ou um reality a ser acompanhado por mera diversão.
Não havia esperanças de melhora ou mudança.
Mas, naquele reino, havia um mistério que poucos sabiam. Apenas alguns magos de duas escolas de magia conheciam: os magos das universidades e os bruxos da publicidade. O rumor que se ouvia era sobre um tal gigante. Um gigante com poder de destruir a rainha e seu conselho, assim como toda sua linhagem, trazendo finalmente fartura e felicidade ao povo.
Então, certo dia, os magos e bruxos espalharam a notícia que o gigante acordaria com os gritos de que o aumento dos tributos às carruagens aumentaria. Os gritos foram se espalhando e do meio dos manifestos ele começou a se erguer, forte, majestoso, imponente.
A rainha começou a se amedrontar e o povo a gritar mais alto, e vendo a força do gigante manifestar-se, também gritaram pelos trolls, ogros, elfos, grifos, unicórnios, pensando que acumular um exército mágico contra a rainha seria a vitória.
E seria, se a rainha má, juntamente ao seu conselho, não tivesse comprado os magos e bruxos, fazendo com que os mesmos dispersassem os gritos do povo transformando a gritaria num leve sussurro de desapontamento.
Os entes mágicos retornaram para suas cavernas e o pior: o gigante voltou a dormir, e junto com seu sono, a rainha voltou a sentar-se em seu trono e nem impeachment de magos comprados poderia destruir mais os seus desmandos.
O gigante ainda está lá, esperando o clamor para se tornar herói. Diz a lenda que um dia o povo aprenderá a cantar bem alto, uma linda canção que despertará o gigante adormecido e só assim, haverá um final feliz.

Bom 2016! Boas Leituras!




2 comentários:

  1. Que lindo, Fabi! Adorei, dei risada mas lá no fundinho, sei que um dia esse gigantão vai acordar e permanecer assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!!! Vamos juntos cantar para o gigante!

      Excluir