"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Olá, povo que lê!

Engraçado como as tristezas da vida mexem com o nosso âmago e nos inspiram.
Hoje não vim falar sobre livros, mas quero por pra fora umas dores que estão cá dentro, desculpem-me o desabafo.

Queimada

Estala
Chia
Ninguém fala
Nada pia.

Queima
Cinza 
Teima,
mas finda.

Água, imploro-te!
Chuva, inunde-nos.
Principalmente todos esses corações, torrões de desgraça seca e desmatada de amor de homens duros.

Boas leituras!
Fabiana

2 comentários:

  1. Minhas inspirações vem da musica, mas é bom ler algo inspirado de frustrações. A gente vê o quanto o mundo é vazio nessas horas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale, Erich! MAs agora fiquei curiosa pra ler algo de suas inspirações musicais!

      Excluir