"Toda memória de um homem é sua literatura particular"

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Mulheres francesas não engordam

Olá, povo que lê!!

Venho por meio desta trazer boas novas. Aff!! Quanta lengalenga. Na verdade, a novidade é a de que eu e as meninas (Juliana e Leila), conseguimos nos organizar para que toda terça-feira tenha post novo aqui no blog! Uhuuuuu!!! Viva a organização!!! Finalmente conseguiremos nos ver todas as semanas, portanto fiquem de olho aqui no Língua e Literatura pras novidades de terça-feira.  
Resolvi começar a primeira terça-feira com uma resenha, mas na verdade é uma resenha de um gênero inédito aqui no Língua e Literatura, pois quem me conhece sabe como sou reticente com livros de autoajuda. Só que esse não é um simples livro de autoajuda, mas também de explicação e exposição de uma cultura que eu adoro, que é a francesa.    
Mireille Guiliano é uma francesa que mora em Nova York e recebeu um choque entre as duas culturas ao se mudar para a Big Apple, principalmente em relação a alimentação. Ela sofre com os fastfoods e ao retornar à França, ela conhece um doutor que a auxilia a retornar aos eixos, mas na verdade, o que a põe de volta na linha é a cultura grastronômica de sua família e país. 
É uma delícia ver a autora mostrar seus truques diários! Juro que realmente me senti estimulada a mudar minha rotina, já que a leitura leve e divertida te faz viver a vida da protagonista. Bom, sou meio suspeita pra falar, pois adoro livros de gastronomia, principalmente os que vem com algum enredo junto (acho que por isso que gostei desse autoajuda). Até fiz a sopa de alho poró que ela ensina a fazer logo no início para dar o primeiro estímulo! Tudo bem que comi com um monte de pão, coisa que a autora não faz com essa sopa desintoxicante, mas tudo bem, já que a sopa realmente é uma delícia! Sem contar os vinhos, sobremesas, e a busca pelo simples (eu ando meio nessa pegada, sabe?), o ensinamento de que você pode e deve cozinhar, comprar os ingredientes, se possível a pé e subindo escadas, para se alimentar... Tem um pouco daquela coisa de volta ao simples, às origens, fuga do capital. Te faz ver nossos hábitos diários por outra perspectiva.
Vamos fazer o seguinte, vou deixar aqui o Comecinho de Mulheres franceses não engordam , daí vocês dão uma olhada e me falam o que acham, se é tudo isso mesmo, ou se eu que me empolguei em colocar esse livro como um dos melhores lidos esse ano. Espero os comentários.

Mulheres francesas não engordam
Mireille Guiliano
Paralela
232 ps.

Boas leituras e até terça!

4 comentários:

  1. A muito bacana, já quero a receita da sopa 😍😍😍😍😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu que tem o link aí no post da receitinha? Espero q vc tbm goste, mas não coma com pão! kkk

      Excluir
  2. Que lindo! Adorei seu blog!
    Se der, pode dar uma conferida no meu?
    https://medium.com/umas-paradas-a%C3%AD

    ResponderExcluir