quarta-feira, 25 de julho de 2018

Lusia Rabello - nova colunista do Língua e Literatura

Olá, povo que lê!

Estou aqui hoje para apresentar a vocês, uma super amiga e parceira literária, Lusia Rabelo.
Eu conheci a Lu há uns quatro anos mais ou menos pelos nossos instagrans literários. De lá pra cá, nossos laços foram ficando cada vez mais cheio de voltas, fitas, arabescos, fitilhos... e hoje somos super amigas, apesar de, pasmem, ainda não termos a oportunidade de nos conhecermos pessoalmente, já que moramos em cidades diferentes.
Eu e a Lu temos muitas coisas em comum, mas o amor pela literatura é uma das mais fortes. Sempre nos correspondemos, não só pela internet, através das redes sociais, como também por correios, sim, nós somos românticas e escrevemos cartas com pacotinhos literários uma para a outra!
A Lu, assim como a Leiloca e a Ju, estará aqui para trazer ao blog suas impressões de leitura e arte, assim como alguns de seus escritos.
Tenho certeza que vocês gostarão da Lu e de suas impressões de leitura.
Vou deixar vocês agora com ela, fala Lu:

Olá! Sou a Lusia (assim mesmo com “S” - coisas da nossa língua...aliás, da língua do meu pai) mas podem e devem me chamar de Lu




Tenho 34 anos e uma filha linda que também partilha da paixão pelos livros.
Adoro sebos! Livro pra mim, quanto mais velho, melhor. Mais história carrega dentro de cada volume. Como diz Carlos Ruiz Zafón em uma de suas obras: 

Cada livro, cada volume que vês, tem alma. A alma de quem o escreveu e a alma dos que o leram e viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro muda de mãos, cada vez que alguém desliza o olhar pelas suas páginas, o seu espírito cresce e torna-se forte. 

Apaixonante, não?!
Fazia faculdade de Letras, porém tranquei o curso (mas o amor pelos livros nunca morreu). Por esse motivo devo dizer que não sou crítica literária e sim uma apaixonada pelos livros e sendo assim irei compartilhar minhas impressões de leitura com vocês.
Espero que gostem e sintam-se a vontade para comentar pois vou adorar trocar ideias com vocês!
Bjs e até mais,
Lu

“Entrei na livraria e aspirei aquele perfume de papel e magia que, inexplicavelmente, ninguém ainda tinha tido a ideia de engarrafar.”
O jogo do Anjo – Carlos R. Zafón

Nenhum comentário:

Postar um comentário