terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Carta de Natal

Pensei em escrever uma carta para o Papai Noel, mas resolvi escrever uma carta para mim mesma neste Natal.

Resultado de imagem para carta de natal

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Quais surpresas guarda a tua face?/ por Cristiane Oliveira

Quais surpresas guarda a tua face?
Por Cristiane Oliveira

Você já se deparou com algum livro que você tenha se encantado com a capa e nem tanto com o conteúdo dele?
Ou, de repente, o contrário: pegou aquele livro com a capa já toda surrada, velhinha, nada atraente e se viu envolvido com o enredo?
Quem nunca passou por isso, não é mesmo?
Eu mesma me lembro que, quando criança, me encantei com um mini livro, que tratava de fórmulas usadas em contabilidade, só porque ele tinha a capa “cor de groselha” e era pequenininho.
Lembro de ter carregado aquele livrinho comigo em alguns eventos fora de casa (passeio no parque, idas à feira) porque tinha dó de deixá-lo sozinho... Como se o pequeno livro precisasse de supervisão para não se perder...
Enfim, são coisas que só entende quem já teve um “surto” parecido. Não há explicação.
Hoje, com toda a praticidade de e-books, a missão de tornar um livro palpável atraente ganhou a ajuda de um profissional de grande importância. Refiro-me ao designer tipográfico.
Sim! Aquela pessoa que, além de se interessar pelo conteúdo do livro, também bate aquele papo com os autores para extrair o máximo de ideias para, então, desenhar a capa, o cartão de visita da obra.
Há capas intrigantes como uma edição de 1984, de George Orwell, que só achei tempos depois de já ter lido uma com capa diferente.


Há os que te fazem “viajar”, como uma das capas de O pequeno príncipe, que, literalmente, me fez imaginar como seria sair voando pendurada em pássaros.


Sem esquecer de um que me faz suspirar até hoje só de pensar na possibilidade: A árvore que dava dinheiro. Ahhhhhhhhh! Uma árvore só sua, nos fundos do teu quintal, que te ajudaria a realizar alguns sonhos de forma mais ágil. Rsrsrs


E tem também os casos de terceiros que se envolvem na sua leitura e expressam opinião sobre o livro pela capa e acabam cometendo umas gafes. Siiiiiiim! Isso existiu!
Eu estava em uma padaria, lendo O Harém de Kadafi, enquanto aguardava a chegada de uma amiga.
Estava envolvida no enredo porque lia coisas tão surreais que me hipnotizaram.
O livro tem uma história de abuso e opressão de mulheres que se tornavam “escravas” de Muamar Kadafi.
Kadafi, né, minha gente!? Aquele já falecido ditador da Líbia.
Eis que o garçom traz o meu suco e  diz: “Ah, moça, essa história é linda! Você vai adorar esse livro.”



Gente, como assim? Pensei. Só me lembro de ter dito: “obrigada.”
Era uma capa bonita para um enredo macabro.
Minha próxima reação foi fechar o livro e procurar distração no celular para deixar passar aquele momento turvo. Kkkkk
Ou seja, uma capa, para quem se baseia por ela, pode guardar muitas surpresas.
Só não sabemos se serão felizes ou nebulosas.

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Filmes de natal | Por Leila Jacob




Resultado de imagem para gif natal



Oi pessoal, tudo bem?
Faltando uma semana para o Natal, vim indicar alguns filmes para vocês entrarem no clima dessa data tão legal.
Confesso que sou fã de filmes de natal, cheios de mensagens de fé e esperança.
Vamos para a lista, já aviso que esses filmes são originais da plataforma de streaming Netflix.

Resultado de imagem para o feitiço do natal


1. O feitiço de natal (2018)

Desencantada com a vida, uma fotógrafa talentosa herda um calendário mágico que parece estar prevendo o futuro e ajudando-a a encontrar o amor.

Achei o enredo uma graça, além de amar a atuação de Kat Graham em tudo.
As vezes as oportunidades estão na nossa frente, porém não queremos ver. A personagem principal percebe que tudo era uma questão de querer e aceitar tudo o que já era dela.(Deu pra entender? rsrs).

Resultado de imagem para o principe de natal

2. O príncipe de natal(2017)

Uma jovem jornalista recebe um belo presente de natal ao ser enviada para cobrir a história de um príncipe que esta prestes a virar rei.

Esse é um conto de fadas de natal moderno. Aquele filme que você ve as coisas impossíveis acontecerem e mesmo assim amamos assistir. E ainda tem uma continuação que é sensacional "O Príncipe de natal- O casamento real".

Resultado de imagem para o cartão de natal netflix

3. O cartão de natal (2018)

Para herdar a empresa da família, a socialite Ellen precisa visitar a cidadezinha de origem do pai. Lá ela aprenderá a valorizar o altruísmo e o trabalho duro.

Falei que filme de natal tem esperança(rsrs). Nesse filme veremos a mudança pessoal de uma mulher mimada e chata, em um cenário cheio de reviravoltas e cartões de natal.

Resultado de imagem para a princesa e a plebeia

4. A princesa e a plebéia(2018)

Em um encontro do destino, uma confeiteira de Chicago e uma futura princesa descobrem que são idênticas e decidem trocar de lugar.

Ah, mais um conto de fadas de natal moderno. Esse é bem levinho e engraçado e deu pra matar a saudade da Vanessa Hudgens.

Resultado de imagem para o natal de angela

5. O Natal de Angela (2018)

Na igreja, com a família, na véspera de Natal, Angela tem uma ideia extraordinária. Um conto comovente baseado na história de Frank McCourt.

Pra fechar com chave de ouro indico essa animação linda. O amor e esperança andam lado a lado nesse conto, uma delicadeza sem fim. A inocência de uma criança é algo que todos deveriam ter. É tão bom que até tem milagre de natal (rsrs).


Espero que gostem dessas indicações e aproveitem as férias para assistir muitos filmes.
Tem alguma indicação para a gente?
Deixe seu comentário.
Beijos.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Livros para ler em um dia


A postagem de hoje é pra você que fez metas de leitura e não conseguiu cumprir.

Fim de ano chegando, bate o desespero: não li muito, não vai dar tempo de finalizar nada.
Calma, dá sim.
Hoje, faltando exatos 20 dias para 31/12, vim trazer alguns livros para você ler em um dia. Te garanto que você vai conseguir bater suas metas de 2018 rapidinho.




O primeiro deles é Sono de Haruki Murakami. Peguei esse livrinho (é bem pequeno mesmo, quase de bolso) para folhear na Livraria Cultura e quase acabei lendo inteiro de uma vez só. Esse conta a estória de uma mulher que tem insônia, mas o que poderia ser um terror para alguns, para ela acaba sendo um presente que a fará repensar sua vida.

Carrie, de Stephen King. Dispensa apresentações, né?! O primeiro livro do autor, conta a estória de Carrie, jovem que sofre bullying na escola e graças a seus poderes cinéticos, dará uma lição a toda uma cidade dos EUA. Go, Carrie! #girlpower

O Amante, Marguerite Duras. Apesar de pequeno, é um livro denso, que requer releitura pois sinto que deixei passar alguma coisa. Uma jovem se envolve com um homem mais velho mas longe de ser um Lolita, é uma estória que nos conta essa união que envolve a família dela e no quanto esse relacionamento irá perdurar para sempre em seu coração.



A Condessa Sangrenta, esse eu li em mais ou menos 35m. na espera do dentista...rs comecei despretensiosamente no Kindle e pouco antes de ser atendida, estava quase chegando ao final. Mas prepare o estômago. São estórias tenebrosas, descritivas no seu horror de forma mais primitiva.




A Festa de Babette, Karen Blixen. Já esse, prepare seu estômago antes de lê-lo para não sentir fome. A protagonista Babette é uma governanta que prepara pratos irresistíveis como forma de agradecimento para duas senhoras e seus amigos, que a acolheram após a guerra, uma época em que não só os alimentos eram escassos, mas também a empatia e a compaixão.



Cinco Minutos e a ViuvinhaJosé de Alencar. Sabe quando você quer ler uma estória de amor linda, leve e que traga um sorriso aos lábios? Leia Cinco Minutos. Vai levar mais que 5m mas valerá cada segundo.

Um tema que dá para ser lido em um dia: Livros de organização. Esses são para serem lidos na velocidade da luz. Destaque para Isso me traz alegria e A mágica da arrumação, de Marie Kondo, guru japonesa de organização. Tirei muitas dicas legais. Perfeitos para aquela organização de fim de ano, hein?! Manual de Limpeza de Um Monge Budista vai ainda mais a fundo, falando do lado espirital de se manter tudo limpo e arrumado.
E temos o Vida Organizada da brasileira Thais Godinho, que dá palestras sobre o assunto. Vale super a pena também.





















HQ´s
Os quadrinhos também são ótimos para serem lidos muito rápido.
Existem muitas que são adaptações de grandes clássicos como Robinson Crusoé, e também as narrativas de Edgar A. Poe e Albert Camus.


Grandes clássicos em uma feirinha de livros. Quando encontrar, não deixe passar


Contos
Tá aí uma boa forma de ler várias estórias de uma vez só. Indico os do meu querido Machado de Assis. Ele tem inúmeros livros de contos mas indico o Várias Estórias. E da também querida Martha MedeirosFeliz por nada e Doidas e Santas. Ambos, deliciosos.




Por fim, não poderia deixar os infantis de fora, claro.
Além de deliciosos, você nem vai perceber o quantidade que lerá em poucas horas: Diário de um Banana, os clássicos de Ziraldo, a coleção Vaga-lume...


Cecília Meireles: delicadeza e simplicidade para conquistar os pequenos

E então? Se animaram para terminar suas metas nesse finzinho de ano? Corre, que dá tempo!
Passa lá no meu instagram @tworeadergirls para mais dicas de livros.
Um beijo a todos que me acompanham aqui e no Insta.
Que 2019 venha cheio de boas leituras além de muita paz, saúde e amor.
Lu



sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Coletivo do mês: Músicas em Inglês

Na nossa postagem coletiva do mês, o Língua e Literatura pensou em falar de algo que todo mundo gosta: Música. As colunistas vão mostrar suas preferidas em inglês. Um bom site de tradução é o vagalume, para você que não entende a língua. Vamos dançar com elas?

Fabi: Olá povo que lê!

Que difícil falar de uma única música que eu goste, tenho medo de causar injustiça. Sabem, eu sou uma pessoa bastante musical, não tenho preconceito de gêneros musicais, mas precisa me tocar. Já escutei muito heavy metal, e hoje, escuto muita kizomba, bachata e mpb. Já fui viciada em Sade e Nate King Cole, mas hoje vou trazer uma cantora mais contemporânea Rihanna.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

O legítimo amo de Jennie/ por Cristiane Oliveira

Não é de hoje que grandes escritores transferem às telas a genialidade de suas obras.
Exemplo disso são sucessos como O senhor dos anéis; Comer, rezar e amar, Harry Potter, Os delírios de consumo de Becky Bloom entre outros.
Lá no final dos anos 80, mais precisamente em 1987, a minha maior diversão ao voltar da escola era estender um colchãozinho em frente a tv e aguardar ansiosamente por Jennie é um gênio.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

NaNoWriMo - National Novel Writing Month | Por Leila Jacob



Resultado de imagem para nanowrimo




Olá pessoal, tudo bem?
Vamos falar de escrita, vamos falar do mês "nacional" de escrever livros, que desde 1999 vem promovendo a escrita, que deixou de ser "nacional" nos Estados Unidos para ser internacional.

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Nova colunista: Cristiane Oliveira

Olá, povo que lê!
Nós avisamos que iríamos ter muitas novidades neste novembro, não avisamos? Pois então, uma das grandes surpresas é nossa nova colunista, Cris que, com certeza, vai somar um monte de coisa legal pros leitores do Língua e Literatura. É um prazer ter você conosco, Cris, seja bem-vinda!


Um pouco sobre Tolkien


Neste mês, o Lingua e Literatura está falando sobre a língua inglesa por isso vim falar um pouquinho sobre Tolkien (vai ser pouquinho mesmo, porque tudo o que eu disser será pouco para honrar a memória desse autor do nosso tempo).

J R R Tolkien nasceu na atual Africa do Sul, e aos três anos de idade passou a viver com sua família na Inglaterra, terra natal de seus pais.


terça-feira, 6 de novembro de 2018

Romances de Língua Inglesa

O Língua e Literatura escolheu como tema de novembro "Língua Inglesa", já que essa língua tem grande influencia em todo o mundo. Cada uma de nós falará sobre o tema de forma específica, e a primeira postagem é da Fabiana. Vamos a ela:


Resultado de imagem para lingua inglesa

terça-feira, 23 de outubro de 2018

A importância da literatura na infância | Por Leila Jacob









Olá pessoal, tudo bem?
Eu sempre fico buscando em minhas memorias as lembranças de minha infância, por medo de esquecer, para buscar os aprendizados que utilizo até hoje e por varias outras razões. E uma das lembranças que mais busco é como a literatura surgiu em minha vida.


Resultado de imagem para gibi cascão carona

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Livros infantis para todas as idades


O dia da criança passou mas o mês da criança ainda não.

Por isso vim trazer pra vocês, os livros que minha filha de 8 anos mais gosta.
Quem me segue no Insta, sabe que o IG Two Reader Girls é meu e da pequena Clara. E a pequenina sempre gostou muito de folhear livros, revistas...

Ao que me lembro, os clássicos Disney foram as primeiras estorinhas que contamos para ela.




quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Livros de nossa infância

Olá, povo que lê!

Dia 12 de outubro chegando.... E essa semana resolvemos fazer um especial sobre literatura infantil, e para começar, preparamos esse post coletivo sobre livros infantis que marcaram o início de nossas leituras. Preparados para caírem no túnel do tempo? Então vamos lá!

Fabiana:

Olá pessoal!

Resultado de imagem para os tres porquinhos pobres
Pra quem me conhece, sabe o quanto eu tenho uma memória ruim, mas como eu não resisto a um bom desafio, vamos lá buscar no fundo das entranhas cerebrais as mais remotas memórias de minhas primeiras leituras literárias.
Pra começar, lembro minha mãe lendo Turma da Mônica e Tio Patinhas (quantos de nós não foram alfabetizados por esses dois gibis, não?). Inclusive, na minha sala do pré, havia uma Mônica gigante lá em cima do armário da minha professora, inalcançável, assim como a Mônica chaveiro que ficava pendurada no retrovisor do chevette branco de meu padrinho (acho que vou contar um segredinho pra vocês: minha amiga imaginária chamava-se Mônica, porque será, não?). Já que falei de minha pré-escola, lembro-me que toda sexta era dia de leitura, e mesmo sem saber ler, eu queria boicotar as leituras e dar uma espiadinha escondida nos livros para antecipar o que aconteceria no próximo momento do livro mágico, cheio de figuras de animais e personagens fabulosos, naquele volume grosso que ficava sobre a mesa da Tia Marilu. É, Tia Marilu e minha mãe são as "culpadas" por eu ser a louca por narrativas/poesias que sou hoje. Mas vamos aos livros, afinal. Um dos primeiros livros "grossos" que li inteiro e que me orgulhei muito, foi "Os três porquinhos pobres", do Érico Veríssimo. Fiquei impressionada não apenas por ter dado conta da leitura, mas também por ter entendido que dentro da ficção, pode-se fazer versões e contar as estórias do jeito que você quiser, ou seja, ser mentiroso na literatura é arte! Essa foi uma das minhas primeiras e embasbacantes descobertas artísticas.

Resultado de imagem para O menino marrom
Outro livro marcante na minha infância foi o primeiro que ganhei de minha mãe, o qual pude chamar de meu, realmente: "O menino marrom", do Ziraldo. O pessoal está num "modismo" de inclusão que eu acho uma grande bobagem, o Ziraldo, muito do inteligente, já falava de um mundo igual há muito tempo para as crianças: Menino marrom (negro), Flicts (diferente e depressiva), Menino Maluquinho (hiperativo), mas todos personagens totalmente inseridos, sem essa forçação de barra que tem hoje por aí, principalmente nas mídias de massa e nas escolas. Inclusive, o Ziraldo não anda muito bem de saúde, fica aqui meus pensamentos positivos e homenagem a ele. 
Ainda falando do Menino Marrom, tenho esse livro até hoje, é meu xodó na estante.

Resultado de imagem para a vaca voadora
Outro modismo de hoje é falar sobre séries... Gente, se atualiza, eu assistia "Os pioneiros" com meu pai, todas as noites, na tv record, eu super me identificava com a Laura, uma das protagonistas dessa série da família do velho oeste estadosunidenses. E série de livros para crianças também não é algo novo, minha primeira série em livros foi "A vaca voadora" da Edy Lima. Lembro que vi o título na biblioteca e achei uma palhaçada alguém colocar um título desse num livro. Lógico que pra mim foi um desafio, não apenas pelo título, mas pelo tamanho do volume (me sentia a adulta lendo livros grossos) e lá fui eu emprestar o livro pra ler. Acho que foi o meu primeiro de ficção científica que li. Achei uma doideira só e daí descabei para emprestar também toda a série que tinha na biblioteca " A vaca invisível" e "A vaca na selva". Pra ser bem sincera, não me lembro mais do enredo direito, preciso achar os exemplares em algum sebo para relê-los.

Bom, vou parando minhas memórias neste ponto porque as meninas estão aqui me cutucando pra deixar um espaço pra elas falarem sobre as leituras de infância delas também, porque por mim, se me deixarem, escrevo páginas e páginas sobre meus livros de infância...

Juliana: 
                                             



Olá pessoal,
Assim como a Fabi, minha memória é ruim, e minha mãe me incentivou a ler desde criança, o que dificultou bastante para eu saber qual foi o primeiro livro que li realmente, então, eu decidi escolher por livros que me cativaram a leitura durante a infância e a adolescência.

 O primeiro livro que me marcou, foi "Dom Quixote" do Miguel de Cervantes, li na escola por obrigação, mas gostei, principalmente da questão dos moinhos que tem ''história", me chamou muita atenção na época, além de claro, o bom humor do Dom Quixote e seu companheiro, que sempre estavam em uma nova aventura. O cenário dessa história é baseado nos romances de cavalaria e totalmente criado por Dom Quixote. Por fim, desde aquela época eu não li novamente, mas foi uma história marcante para minha vida de leitora.





Image result for poliana livro






Outro livro que me marcou, foi ''Pollyana", eu li faz muitos anos e voltou a bombar com umas edições lindinhas que já quero. Trata da história de Pollyana, uma garota órfã de pai e mãe que aprende um jogo, o "jogo do contente", e nesse jogo, ela consegue se fortalecer. É uma história cheia de amor e compaixão e com lindas mensagens de vida, vale para adulto, criança, não tem idade para se emocionar com Pollyana. Bom pessoal, são esses meus primeiros livros, e agora eu passo o espaço para as meninas continuarem falando sobre os delas.






Lusia:



Olá, leitores!
Fico tão feliz em falar sobre um tempo tão lindo que já se foi faz tempo....minha infância.
A melhor época na vida de qualquer ser humano. Aonde a única obrigação é brincar e ser feliz. Tirar boas notas na escola também....rsrs
Me lembro que o primeiro livro lido foi para a escola, acho que estava na 4a série. Tínhamos que fazer um trabalho sobre ele. Me senti tão adulta!!! rsrs
O livro em questão foi: Flor de Maio.


Livro lindoooo da autora Maria Cristina Furtado
Ele conta a estória de uma borboleta que perde parte da sua asa e não consegue voar. Mas com a ajuda de uma cigarra e uma formiga, elas darão um jeito no problema da borboletinha. Lindo para ensinar superação e sobre como a amizade pode mudar nossos caminhos.


Um outro livro lindo é um clássico da Literatura Infantil e Infanto Juvenil chamado A Ilha Perdida.  Esse, li por escolha. Posso dizer que esse foi meu primeiro contato real com a Literatura.
Todos os leitores já ouviram sobre a famosa Coleção Vaga-Lume, ne?! Esse livro faz parte dela.





Velhinho mas muito querido

Neste livro, dois irmãos irão passar férias no sítio do padrinho e lá eles ouvem estórias sobre uma ilha próxima que dizem ser desabitada e cheia de mistérios.
Novamente, a amizade dá o tom dessa leitura e aborda uma questão importante e muito atual: a forma como o homem cuida do meio em que vive. Vivemos rodeados por lixo, as cidades foram crescendo e junto veio uma desordem ambiental muito grande. Ótimo para os jovens pensarem no que podem fazer para ajudar a preservar a natureza.
Esses dois foram os mais significativos para mim. Tanto que passei eles para a minha filha de 8 anos que adorou.

E não poderia deixar de mencionar A Turma da Mônica. Não conheço ninguém que não goste. Leio até hoje. E o legal que além de as estórias serem superdivertidas, sempre tem um ensinamento final.

Atualmente foram lançados novos gibis em inglês e espanhol! Não encontro em todas as bancas, mas quando acho, nem penso, trago correndo e lendo junto com a pequena pois ela estuda as duas línguas no colégio. Um ótimo incentivo para aprender brincando.


Em qualquer língua é diversão na certa

Por último uma dica: nunca se desfaçam daqueles livros que vocês leram e tiveram carinho, só porque você cresceu e não os lerá mais. Permaneça com eles na estante, pois lá na frente, você terá a maior felicidade em repassar aquela magia que te encantou para a próxima geração. E mesmo que você não tenha filhos, guarde com carinho. Eles serão responsáveis por abrir um sorriso no seu rosto quando você nem se lembrar mais deles.

Já falei demais. Agora digam vocês: qual livro marcou sua infância?
Bjs e uma linda semana das crianças à todos.

Sigam nossos Ig´s:

@linguaeliteratura_
@fabipsanchez78
@tworeadergirls
@leilabookcook
@literandoo

sábado, 6 de outubro de 2018

Livros na minha estante que tem tudo a ver com o Direito

Olá Leitores, 
Segue minha publicação dessa semana um pouco atrasada, hoje eu resolvi falar sobre os livros que eu tenho que tem a ver com o direito, mas, que não são livros didáticos, então lá vamos nós.

Image result for direito   

terça-feira, 25 de setembro de 2018

A literatura independente | Por Leila Jacob


Olá pessoal, tudo bem?

Resultado de imagem para gif ebooks

O mercado editorial no Brasil nunca foi fácil, mas os autores independentes não desistem e nem se abalam. Temos hoje muitas opções para publicar um livro e também muitas estratégias de divulgação.
É só ter internet e muita persistência que, se seu trabalho for bom e tiver público, vai render bons frutos.

Resultado de imagem para wattpad


Hoje em dia temos várias plataformas para autopublicação digital, uma das mais conhecidas é o Wattpad, empresa canadense que tem seu serviço gratuito para seus usuários. O procedimento é muito simples: o usuário cria uma conta, publica sua historia e compartilha com os amigos e todas as pessoas que usam o serviço, podendo receber comentários e curtidas nos capítulos postados.

Tem exemplos de autores que ficaram conhecidos por publicar no wattpad:

Beth Reekles, autora de “A barraca do beijo”, depois de um sucesso estrondoso na Wattpad EUA, Beth vendeu os direitos da historias para a Netflix, podendo haver uma sequencia para as telas, já que ela publicou uma trilogia.

Resultado de imagem para beth reekles


Anna Todd autora de “After”, uma fanfiction da boy band “One direction”, fez sucesso no mundo todo com a série de livros, chegou a ser considerada o maior fenômeno literário dessa geração. Chega a ser boba esta afirmação, porém Anna Todd é a autora mais lida do Wattpad.

Resultado de imagem para anna todd

Mas e os autores nacionais, tem chance sem morar nos EUA?

Resultado de imagem para becca mackenzie
Becca Mackenzie umas das embaixadoras do Wattpad Brasil.




Claro que sim, porém é muito difícil. Muitos lançam seus livros com gráficas que se intitulam “Editoras”, chegando a gastar horrores para ter os livros físicos em mãos e não têm o retorno desejado, ou seja, tem que rebolar muito.

Hoje temos a Amazon facilitando a autopublicação, mesmo assim, para ser conhecido é preciso um trabalho de divulgação, revisão, arte, etc.

Editoras independentes estão também tentando seu lugar no mundo, e acredite, o trabalho dessas pequenas empresas é muito minucioso, sempre vamos encontrar tesouros nesse meio, até mesmo se o autor pagar, já que buscam um bom conteúdo para serem reconhecidas.

Indicando:

Não sou uma critica literária, mas uma boa leitora, e já encontrei tesouros no Wattpad e vou deixar alguns títulos que estão publicados lá. Vale a pena conferir, é de graça e ainda apoia os autores independentes.

Lista de historias:

*Sem Medidas – Aline Cibele
*Meu armário de cerejeira – C. Caraciolo
*Cobiça – Dario Nero
*O que me dizem os provérbios de Salomão?- Lidayana Maia
*Os Diferenciados – Luciano Soares
*Rumo ao Paraguai – Paulo Machado
*Papo de Escritor – Becca Mackenzie

Se você está escrevendo e quer se destacar, não desista, por mais que seja difícil, esses autores conseguiram destaques numa plataforma gratuita, alguns sendo até chamados por editoras. O mercado digital é um caminho mais fácil e anda crescendo com a Amazon.
As portas das tradicionais não se abrem, porém o moderno chegou.