quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Como um presente - por Fabi Sanchez




Vocês conhecem a Vivian Catenacci, contadora de histórias? Pois então, ela é minha amiga e vizinha. E quer ficar com mais inveja? Segunda, 25/02/2019, ela veio abrir o ano letivo da Univesp no polo de Piracaia.

Gente, aqui em Piracaia tem um projeto que se chama "Manhã de Estórias" que acontece todo último domingo do mês no Parque Ecológico da cidade. Já fiz outros posts sobre este evento, mas só para recordar, é um evento onde as pessoas se reúnem para contar e ouvir histórias, brincar, trocar livros e comidinhas, e foi em uma dessas manhãs de domingo que meus filhos conheceram um menino o qual começou a fazer parte das brincadeiras de parque/praça de meus filhos. Então fui saber quem era a família do garoto e, qual não foi minha surpresa quando descobri que aquele garoto esperto brincando com meus meninos era filho da artista sensacional que sempre contava histórias no parque e, mais surpreendida fiquei ao saber que éramos vizinhas! Bom, daí pra frente a amizade foi se estreitando e nosso amor por histórias, literatura e pelos nossos filhos nos uniu.

Enfim, com essa aproximação comecei a conhecer um pouco mais de seu trabalho, o qual o faz lindamente há mais de 20 anos, envolvendo crianças, jovens e adultos com sua forma doce de fazer as pessoas se entenderem através da literatura e se apaixonarem ao ouvir o que ela tem a contar, cantar e encantar.


Sabendo disso, convidei-a a vir fazer a abertura do ano letivo de 2019 da Univesp daqui de Piracaia e...

...Ela nos deu este presente com a linda aula-show "Como um presente".

Nesta aula, além dos alunos da Univesp (pedagogia, engenharias de computação/produção e gestão pública), também estavam as alunas de pedagogia da Uniararas e os alunos do primeiro e segundo ano do EJA, todos estudantes do mesmo polo, ou seja, o público era beeeem heterogêneo. E a Vivian o que fez? Contou... contou, magicamente, através dos contos tradicionais, como "A galinha ruiva", cantos do âmago de cada um dos ouvintes que aos pouquinhos, ao ouvir divertidamente, foram se internalizando e conhecendo-se a si próprios, identificando-se, porque, a literatura real, tem essa magia de bater no fundo, assim como as poesias de "Manoel de Barros" que também foram recitadas para as profundezas de nossas almas.


E se tem alguma fada disposta a levar esse encantamento mais facilmente aos nossos corações, pronto, encanta-se com certeza. E foi assim, na simplicidade da magia literária, fomos para nossas casas dormir sonhos encantados.


Por essas e outras é que entendo porque meus meninos logo se apaixonaram pelo menino da Vivian.

Quem quiser entrar em contato com a Vivian, comigo ou com alguma das colunistas do blog, seguem abaixo nossos instagrans.

Bjks a todos e boas leituras!

@linguaeliteratura_
@fabipsanchez78
@catenaccivivian
@tworeadergirls
@leilabookcook
@literandoo
@cristianeolis78

2 comentários:

  1. Que sensacional.
    Um trabalho muito lindo da Vivian, sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando vc vier aqui, vou te apresentar pra Vi! Ela é uma fofa!

      Excluir