terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Qualquer um pode ser escritor? - por Leila Jacob


Resultado de imagem para gif escritor

Olá pessoal, tudo bem?


Se tem algo que eu sempre faço é planos para o futuro, lugares que quero conhecer, comidas que quero fazer e provar, bater metas e etc.
Minha mente sempre trabalha nesta questão de planos, porque quando temos o foco em alguma coisa fazemos ela acontecer, até mesmo sendo algo impossível.

E um dos meus planos é escrever um livro antes dos 30 anos. Não precisa ser publicado não, eu só quero escrever uma história e pronto.( Já pensei em uns 30 livros para escrever antes de completar 30!!!). Tenho alguns textos na minha amada plataforma wattpad, mas nada que seja tão digno de ser uma missão cumprida.

Resultado de imagem para gif duvida

E nesses dias, conversando com um colega meu, veio um questionamento da parte dele "Será que qualquer pessoa pode escrever uma história?"
Respondi que sim, até porque todos temos a faca e o queijo na mão, ou seja, o papel e a caneta, a tela e o teclado. Basta a pessoa se dedicar e buscar saber mais sobre o que está fazendo.


Resultado de imagem para gif escritora

Se a gente for ver a trajetória de muitos autores conhecidos hoje, veremos que nem sempre aquela pessoa escreveu. 
Pessoas que se descobriram escritores por ter uma depressão, ou por serem obrigados a ficar de repouso nove meses por conta de uma gravidez de risco ou também para provarem que podem escrever histórias melhores do que as de vampiros. Acredite, ouvi isso da boca de autores publicados, que são nada mais que pessoas simples que se encontraram no mundo da literatura.

Lembro da minha irmã caçula que com 8 anos pegou um caderno e escreveu várias histórias. Eu amava ler as histórias dela. Um dia minha irmã teve um surto de escritora e rasgou o caderno dizendo que aquelas histórias não estavam boas o suficiente, ou seja, até as paranóias de quem escreve são iguais.

Mas qualquer um pode escrever?

Meu professor de violão dizia que ninguém nasce com dom, mas que se treinarmos sempre nascerá o verdadeiro dom, frutos do nosso aprendizado.

Então, da minha parte, eu digo sim, qualquer um pode ser um escritor, é  só querer. 
Tem milhões de leitores esperando por boas histórias, eu mesma sou uma delas.

Deixe a sua opinião nos comentários e vamos conversar!
Beijos, até mais!

Siga o meu IG @leilabookcook  e o do blog @linguaeliteratura_

Outros igs de nossas colunistas:

@fabipsanchez78

@tworeadersgirls

@literandoo


@cristianeolis78

8 comentários:

  1. Acredito que todos temos algo a dizer, podem ser desabafos, relatos, inquietações que só passam com palavras.
    O problema é que somos desde muito cedo condicionados a acreditar que o que fazemos não é bom o suficiente.
    Eu tive ótimos professores de língua portuguesa que me deram espaço para escrever, mesmo que fosse apenas para eles lerem.
    Tenho alguns blogs onde escrevo em um sobre maternidade e no outro poema e reflexões.
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Aline!
      Não sou mãe mas amo ler sobre maternidade.
      Quero saber mais sobre seus blogs...bjus!

      Excluir
  2. Ótimo artigo, Leila.
    Eu adorei a parte do “fazer algo acontecer mesmo que pareça impossível.”
    Sou totalmente a favor das tentativas. Mesmo porque se não houver tentativas não haverá acertos.
    Cada um carrega um dom consigo aguardando por mais prática e dedicação.
    Acredito que todo livro comece com várias folhas amassadas, vários rabiscos... Assim é a vida, um eterno começar e recomeçar para chegarmos lá.

    ResponderExcluir
  3. Adorei, Leiloca. Por enquanto fico so nos textos do blog, o campo ficção pra mim é muito assustador...rs Bj

    ResponderExcluir
  4. Inspirador, um chamado para que eu volte a me debruçar sobre os escritos.

    ResponderExcluir