terça-feira, 5 de março de 2019

Literatura de aniversário - por Fabi Sanchez

Literatura de aniversário - por Fabi Sanchez

Resultado de imagem para livros e presente gif





Olá, povo que lê!



Já fiz aniversário este ano, gente, o título desta postagem não é para revelar a data de meu aniversário e nem minha idade, fiquem tranquilos quanto a este quesito. Na verdade hoje vim falar sobre um livro que foi, coincidentemente, (será?) publicado no dia do meu aniversário.




A ideia do tema desta postagem veio deste livrinho que ganhei da minha amiga e contadora de histórias Vivian Catenacci.

 
Este é um livreto curto, patrocinado pelo SESC, mas que é muito intenso e faz refletir quem é você como leitor e escritor.
Um dos temas abordados é o de levar o leitor a questionar que livro foi publicado no ano de seu nascimento. Você já havia parado pra pensar sobre isso? Pois é, eu nunca! Então fui pesquisar e qual não foi minha surpresa ao descobrir que o livro de maior destaque publicado no ano de meu nascimento foi "Um sopro de vida", de Clarice Lispector. Ela havia morrido no ano anterior ao meu nascimento, de câncer, e durante seu tratamento contra a doença ela escreveu tal livro que foi publicado pós morte.
Este livro caiu na minha mão, nem sei como, acho que o ganhei, não me lembro... E durante as aulas de leitura com meus alunos o li, reli, risquei, anotei, senti, sofri, pensei, repensei, inspirei-me, vivi-o. Intenso. Intenso por demais!


Não vou me dispor a resenhá-lo, mas Clarice sempre me tocou devido a sua simplicidade complexa. Suas frases curtas e objetivas, como afirmações de vida/morte. A reflexão sobre o que ser/não ser nesse livro é uma constante. A própria narrativa já parece uma casca de cebola (uma escritora que cria um narrador masculino, que cria uma personagem feminina que tenta criar uma personagem...), mostrando o quanto somos complexos e ao mesmo tempo, o quanto somos irrisórios diante da força da morte ou da vida.
Eu tenho um caderno onde anoto as máximas que vou lendo e, todo dia, eu colocava uma dessas máximas na lousa. "Um sopro de vida" rendeu 5 páginas de máximas anotadas em meu caderno....


Onde foi parar esse livro? Eu não sei, provavelmente algum aluno emprestou e não devolveu mais. Será uma brincadeira do destino ele ser publicado no ano de meu nascimento? Provavelmente, pois sou totalmente influenciada por Clarice, costumo dizer que, muitas vezes, ela é minha melhor amiga, e este livro em específico mexe demais com meu âmago. E o que faço com o âmago? Tento não sentir o amargo, ou transformá-lo em... um sopro de vida.
O que vocês já leram de Clarice?
Quero saber o que foi publicado no ano de seu nascimento também, conte pra gente!
Bjks e Boas Leituras!

Sigam os igs:

@linguaeliteratura_

@fabipsanchez78

@leilabookcook

@tworeadergirls

@literandoo


@cristianeolis78

Acompanhe nossa rotina nos igs!



Nenhum comentário:

Postar um comentário