terça-feira, 5 de novembro de 2019

O poder feminino na literatura - Lu Rabello



Em uma era em que se fala tanto sobre feminismo, vim trazer algumas de minhas personagens femininas mais queridas. Mulheres tão diferentes mas que nunca perderam a esperança por tempos melhores e principalmente, nunca perderam sua doçura
E notem que quase todos os livros também foram escritos por mulheres. Confira





Começo essa lista com uma mulher que além de ser lutadora, ainda passou por cima de meio mundo ao se apaixonar por um padre!

Meggie
Pássaros Feridos - 1977 – Autora Colleen McCulough

Meggie nunca teve carinho da mãe, sempre viveu cercada por homens: seus irmãos grosseiros e seu pai.
E a vida  que já não era fácil, fica ainda mais complicada ao aparecer o Sr. Ralph, um jovem padre que mexe com os sentimentos da jovem.
Pássaros Feridos virou até minissérie de TV na década de 1980. Imperdível. Um verdadeiro clássico.





Mariam e Laila
A cidade do Sol - 2007 – Autor Khaled Hoisseini

Você procura uma mulher forte? Mas forte mesmo? Aqui, você encontrará duas. Khaled Hoisseini nos mostra todo o drama das mulheres no Oriente Médio. Muita dor mas também muita superação e amizade. Triste mas lindo



Jeanette Walls
O Castelo de Vidro - 2007 – Autora Jeanette Walls





Jeanette, fez de seus problemas, degraus para chegar aonde chegou.
Esse livro é uma autobiografia da escritora. Ela nos conta desde a infância pobre, quase miserável, até alcançar sucesso como jornalista americana. Uma guerreira.


Tita
Como Água para Chocolate -1993 – Autora Laura Esquivel

Para a querida Tita, personagem principal de Como Água para Chocolate, fiz até postagem especial aqui no blog. Confira Aqui.



Penelope
Os catadores de Conchas - 1988 – Autora Rosamunde Pilcher




Penelope é a única personagem idosa dessa lista. Sendo assim, espere maturidade, sabedoria e auto confiança. Uma senhora muito independente que irá rememorar sua vida e seus amores. Encantadora.



Dona Lola
Éramos Seis - 1943 – Autora Maria José Dupré







Ah, Dona Lola! Tão guerreira, tão doce...Essa obra fez tanto sucesso, que ganhou até mais uma refilmagem na TV há pouco 
E como (quase) sempre, o livro é bem melhor ;) Mas a versão do SBT na década de 1990 é incrível. Irene Ravache será a eterna Dona Lola.

Aurélia
Senhora - 1875 – Autor José de Alencar

Temos aqui outro livro nacional, excelente! 
A mocinha é totalmente auto confiante, inteligente e todos os demais predicados que se possa pensar. E é sendo assim, que irá desmascarar um marido aproveitador.
Aurélia é totalmente #girlpower


Já leram alguns desses livros? Tem outras personagens femininas inspiradoras? Conta pra gente nos comentários.
Bjs e até a próxima
Lu

Siga-nos no Instagram

@tworeadergirls

@fabipsanchez78

@cristianeolis78

@culinariaehorta

@leilabookcook 

Um comentário:

  1. Sensacional, personagens assim que nós nós fazem crescer. Ainda mais nesse mundão cheio de homens a frente, precisamos de mulheres fortes como exemplos ( Até mesmo as fictícias rsrs).
    Amei o post😍😍😍

    ResponderExcluir