terça-feira, 31 de dezembro de 2019

A passagem de 2019 sob o olhar do Língua e Literatura

Olá pessoal! Como vocês têm passado?
Espero que estejam todos bem!
Chegou o último mês do ano e com ele resolvemos fazer uma retrospectiva!!!
Só nesse ano publicamos 58 posts sendo o segundo ano mais produtivo do Língua e Literatura desde 2015, o mês de Janeiro e Julho foram os que mais saíram posts.

Analisamos tudo o que dedicamos tempo e empenho para escrever e estamos aqui para compartilhar com vocês qual foi a nossa melhor postagem e o porquê.
Em todas as postagens que fazemos, procuramos nos dedicar ao máximo para trazer para vocês leituras interessantes e com alguma informação que possa agregar algo novo.

Cris:


Elegi a minha postagem feita no dia 15 de fevereiro, sobre a literatura surda, como a que mais me deu satisfação em desenvolvê-la.


-> Reveja aqui o post:




Certa vez, a experiência que tive vendo um cabeleireiro atender clientes surdos me fez querer buscar mais informação sobre o que havia disponível para o público que possui algum tipo de deficiência auditiva.
Eis que minha curiosidade me levou até a área da leitura e fiquei bem satisfeita em ver que o acesso ao mundo literário está se tornando cada dia mais real para esse público.


Quanto mais se faz pela inclusão, mais qualidade de vida disponibilizamos para mais pessoas. E isso é algo transformador!
A literatura deve ser abrangente e abrir, cada vez mais, portas para que as oportunidades cheguem a todos. 


Leila:

A postagem que mais amei escrever foi ao ar em 7 de maio sobre escrita e inspiração.
Adoro escrever, e gosto ainda mais de falar sobre o processo. Nesse ano as meninas me apresentaram o Brainstorming (Tempestade de ideias), achei tão legal que levo pra vida.
Ter ideias e falar sobre elas é sensacional, ainda mais pra mim que sou uma escritora escondida muitas vezes com medo das palavras.

-> Reveja aqui o post:

https://www.linguaeliteratura.com.br/2019/05/escrever-e-viver-por-leila-jacob.html

A vida da gente é uma caixinha de surpresas, você pode fazer um planejamento de anos e anos e ele ir por terra ou você pode ter algo planejado pra ontem e dar certo.
Escrever e viver é um texto que ainda é bem fresquinho na minha memoria pois sou uma personagem sonhadora da minha historia.
Eu tenho muitas inspirações se for pra contar todas eu listarei por horas, mais umas das maiores sou eu mesma.
Que a escrita e a leitura continuem sendo divisores de água em muitas vidas.

Lusia:

Gostei demais dessa postagem de abril de 2019.
Já li vários livros que se utilizam de panelas e temperos para construir suas estórias mas esse ganhou meu coração de vez.

https://www.linguaeliteratura.com.br/2019/04/confort-book-livro-que-aquece-o-coracao.html

A "culpada" por me inserir na literatura gastronômica foi nossa querida Fabi aqui do blog.
E "Como Água para Chocolate" vai além das panelas e temperos. Tem uma doçura e picancia muito peculiares. Não adianta muito falar sobre, pois tudo será pequeno diante dessa obra. Leiam e deleitem-se






Nenhum comentário:

Postar um comentário