segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Desafio de escrita criativa - Do ato de comer: Bolo engorda marido - por Fabi Sanchez



Olá que povo que lê!


Esta semana o desafio é "Escreva um texto todo em diálogo".

Neste desafio resolvi trazer pra vocês um texto que preparei para o meu livro (pois é, estou arrastando um projeto de um livro de contos há mais de anos, onde os contos são todos pautados em receitas recolhidas das velhas famílias açucareiras dos engenhos de Pernambuco por nosso saudoso Gilberto Freyre) e vim dividir com vocês, já que ele é todo feito num diálogo e assim sendo, vocês já me contam o que acharam não apenas do texto mas também da ideia da coletânea de contos.
Espero que gostem.



Do ato de comer: Bolo engorda marido
- Mulher, meu homem tá assim, assim, num sabe?
- I é? Mas e pruquê?
- Sei não, depois de voltar com o tabuleiro, me lavo toda na água
de cheiro e num sei pruquê que ele adorminha bem que só, nem um
cadinho de olho vira pra mim.
- Mas menina, tem quantas luas grandes que você se deita com ele?
- Olha que tem uma lua e meia quase fazendo.
- Oxi, será que tem outra arrodeando, é?
- Acho que não tem não, ninguém olha aquele pau de varar tripa.
- Mas então ocê mesma explicou o causo agorinha que foi.
- I é, foi?
- I foi!
- Então me explica que não tô entendendo é nada.
- Mas mulher, ocê não vê que o pobre tá sem sustância?
- E ocê acha, é?
- Mas e foi ocê que disse que ele tá que nem um pau de varar tripa.
- I num é?
- I é.
- Mas de tanto que eu me viro nos tachos pra fazer valer meu tabuleiro,
tô deixando o de casa pro canto, mas será?
-Tenho uma receita que é tira e queda, até o nome já diz o sucesso do resultado
“Bolo engorda-marido”
- Oxi, que tô escutando o segredo bem do escutadinho.
- Pois então ocê quebra doze ovos inteiros e bate, mas bate bem que nem se fosse
pra pão-de-ló, vai juntando 1 libra de manteiga e bate pra virar creme, então, quando
tivé esbranquecido, ocê junta aos cadinhos um mesmo tanto de farinha de trigo
peneirada e leite de dois coco espremido com um tanto de água morna pra já ir dando o
ponto. pra dar um gostinho junta um cadinho só de canela em pó e põe no
forno quente num tabuleiro untado. Quero ver se esse teu homem num encorpa.
- Mulher, vou fazer é agora que de pouco doce que tem a receita, a sobremesa do jantar
lá em casa hoje vai ser eu.
E se despediram as duas comadres num rastro de açúcar de saia.

Espero que tenham ficado um gostinho de quero mais!
Bjks e Boas Leituras!


Siga-nos no Instagram

@fabipsanchez78

@tworeadergirls

@cristianeolis78

@culinariaehorta


@leilabookcook 


4 comentários: