quinta-feira, 26 de março de 2020

Desafio de escrita "Um café em Paris? Oui, mon ami!" - por Fabi Sanchez

Olá, povo que lê!

E como estamos de quarentena? Em casa!
Mas as atividades em casa são tantas, que não entendo porque as pessoas estão reclamando de tédio, mas se você também está com tédio em casa, te convido a fechar os olhos e pensar naquele lugar que você nunca esteve e gostaria de estar neste momento. Pensou? Então que tal escrever junto com a gente, pois este é exatamente o tema da semana.

Copo · café · Paris · dois · café - foto stock © Anastasy ...

Um café em Paris? Oui, mon ami!

Um dia, conversando com um escritor colega meu sobre locais que gostaríamos de conhecer, eu disse:
- Meu caro, você vai me chamar de esnobe, mas sinto muito, pois o local que mais desejo conhecer nesta vida é Paris.
- E porque te chamaria de esnobe?
- Porque hoje Paris não está mais na moda aqui no Brasil (que ironia!) A moda por aqui são as favelas e o funk.
- A moda é efêmera, mas o berço da moda e da cultura ocidental, nunca! Porque seria esnobe você desejar estar no epicentro de onde tudo, ou quase tudo começou?
- Você está certo. Não há porque me esconder ou me envergonhar de ser culturalmente tradicional. Sou uma velha. Velha e ranzinza. Parece que todo francês é um pouco ranzinza.
- Mas você tem raízes francesas?
- Não. Tenho raízes galegas, que também são bem ranzinzas quando querem, mas muito mais barulhentas e glutonas que as franceses.
- Comida francesa é ícone de culinária.
- Comida e costumes.
Fiquei com o teclado em silêncio por tantos minutos que fez com que ele me perguntasse:
- Ei, Fabi, você ainda está aí ou já está em Paris?
- Já cheguei por aqui, mom ami!
- E o que está fazendo?
- Estou na calçada do café, lendo Baudelaire, apreciando a torre ao fundo todas as vezes que gentilmente intercalo uma tragada de café com a de meu cigarro na piteira enquanto galantemente um homem alto e de nariz afilado observa como cruzei minhas pernas sob a mesa redondamente estreita de apoio de minha xícara.
- Te observo, minha cara, e levanto-me deixando uma rosa sobre a mesa com um papel com o número de meu telefone.
- Seu tolo, antes tivesse me convidado para o Louvre, seu telefone já tenho, não estamos pelo whatsapp?
- Ah, Paris e suas meias de seda....

E então, leitores, vamos para Paris? Não? Para onde gostariam de ir? Conte aqui para nós!
Mas enquanto ficamos confinados, Siga nossas redes!
@linguaeliteratura_


@fabipsanchez78
@tworeadergirls
@cristianeolis78
@culinariaehorta
@leilabookcook 




3 comentários:

  1. Quero ir para Veneza passear de barco romanticamente, tomando uma taça de champanhe com minha queridíssima esposa que amo muito FABIANA PEREZ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. owwwnnn!!!! Veneza e Paris! Iremos aos dois, meu amor!!

      Excluir
  2. Café em Paris é incrível...imagina viver em Paris ❣️

    ResponderExcluir