quarta-feira, 1 de abril de 2020

Leituras de Março de 2020 - Lu rabello



Março de 2020. Que mês, minha gente!

Bem, se você não habita o Planeta Terra, não imagina o caos que se instalou por aqui. Uma epidemia iniciada na China e de grandes proporções fez o mundo parar. Todo mundo em casa. Sem poder sair (a não ser para ir buscar comida ou remédios) pois o risco de contágio pelo tal vírus chamado “Corona Vírus” é enorme. Muitos idosos, que são a faixa de risco, morrendo por conta do tal vírus chinês, escolas e empresas fechadas até tudo isso acabar. Ufa, já que te coloquei a par do ocorrido no nosso querido planeta, vou te contar algo mais legal no meio disso tudo.
Já que devemos ficar em casa, vamos aproveitar para que? Pra dormir? Siiiiim. Pra comer? Com certeza! E esse sendo um blog de leitura, a gente aproveita para colocar em dia, toda a leitura atrasada. Sem desculpas, hein?!

Mês passado fizemos a Maratona de Carnaval do Café Literário – veja o post Aqui

E já que esse mês estamos confinados, fomos “obrigados” a fazer outra maratona. Uma bela desculpa para ler mais e mais.



A Corona Books
É, vamos rir porque chorar dá rugas.

Pois bem, nessa maratona, colocamos diversos desafios criados pela Fabi para desencalhar nossos livros:



1. Ler um livro de um autor europeu.
2. Ler um livro com capa com mais de cinco cores
3. Ler um livro onde o protagonista faça parte de um grande grupo 
4. Ler um livro que não seja narrativo 
5. Ler um livro para uma criança (já que estão todas em casa) 
6. Ler um livro que está há mais de 3 anos na sua estante
7. Ler o último livro que comprou 
8. Ler 100 páginas em um dia 
9. Ler 300 páginas até o fim do mês 
10. Ler um livro com personagem ou cenário brasileiro 


Como não há prazo para terminar, estou lendo e cumprindo os desafios aos poucos.

Estou lendo O Senhor do Anéis para o desafio de nº 3 e O Jardim Secreto para o nº5


Por isso, vou falar sobre o que li antes desse pandemônio se instalar:

O mês começou com uma autora que gosto muito chamada Liane Moriarty e o livro “Nove Desconhecidos”
Ela ficou bastante conhecida pela série Big Little Lies da HBO. Atrizes consagradas como Nicole Kidman e Reese Whiterspoon fazem parte desse seriado baseado no excelente livro Pequenas Grandes Mentiras.
Como li esse e adorei a narrativa gostosa que parece conversar com o leitor, peguei o Nove Desconhecidos com grandes expectativas.
O livro não chega a ser ruim mas é muito diferente do seu estilo que coloca personagens com problemas bem reais lidando com algum "mistério".
Nesse livro, não existe bem um mistério a ser solucionado. Ele vai esmiuçar (até demais) a vida de 9 pessoas. E esse é um dos problemas: muita gente e a entrada na vida de todas elas. O outro, é um toque de fantasia que a autora tenta dar, claramente uma tentativa de escrever algo fora da zona de conforto dela, o que deixou uma estória muito irreal pra ser considerada. E ainda tem a vilã mais odiada dos livros dela. Fazia tempo que não sentia tanta raiva e vontade de matar um personagem.


Bom mas os anteriores dessa autora são 1000 vezes melhor


Um grupo de nove pessoas que não se conhecem, vai a um Spa para: rever seu relacionamento amoroso, superar a perda de um parente, perder peso para fazer inveja à madrasta de seus filhos, entre outras coisas…o que deveria ser um detox de tudo o que temos em excesso no mundo moderno: tecnologia demais, diálogos de menos, egocentrismo, etc... vira um grande besteirol, beirando ao ridículo em algumas partes. A autora perdeu a mão nesse livro, infelizmente. Dispense esse e pegue o Pequenas Grandes Mentiras ou O segredo do Meu Marido, seu livro de estréia, que não haverá decepção.


Seguindo, li um clássico que figura em muitas listas de livros a serem lidos na vida.
Candido, ou o Otimismo, de Voltaire.

A obra prima de Voltaire se mostrou interessante no inicio porém logo começou a se arrastar.
É um livro divertido até, que me lembrou D. Quixote, de Miguel de Cervantes. Tem muitas críticas à sociedade e um toque de sarcasmo. E nada disso me cativou!
Candido sempre tem um fiel amigo ao lado, vive as mais malucas aventuras (e perigos), é apaixonado por uma donzela (que vai se mostrar não tão boazinha assim)...mas não me conquistou.

Haja otimismo para concluir esse livro


Como o próprio nome diz, Candido e seu otimismo todo, me leva a pensar em uma versão masculina e bem mais antiga de Pollyana. Tem toda uma filosofia por trás da estória, o eterno embate: otimismo versus pessimismo na figura de dois personagens que norteiam toda a obra, mas como já disse outras vezes, não sou crítica literária, nunca estudei para tal, por isso me atenho ao que a obra me passou, no quanto me diverti, no que acrescentou – ou não - e aqui, não considerei um bom entretenimento. Mas como dizem, “tá pago”. Esse clássico já posso ticar da lista.

Falando em lista…já viram essa que circula pela internet com 1001 livros para ler antes de Morrer?

Clique Aqui e baixe o pdf e veja quantos você já leu. Aqui foram míseros 36 livros até agora. 

Em março li tambem 2 hq´s: Bordados e O Corcunda de Notre Dame

Não costumo ler muito esse tipo de estória. Não por não gostar, apenas por não ter tanto acesso.
Essas 2 peguei na biblioteca antes da quarentena.



Não aguentei essas carinhas me olhando e pedindo um "dedo de prosa" :)


Bordados, me chamou a atenção pelo título (gosto de artes manuais apesar de não ser nenhuma exímia bordadeira) mas não é nada do que pensei. Não é um “manual” sobre as técnicas de bordado. E sim uma reflexão das mulheres iranianas a respeito do tal “bordado” que nada mais é do que a cirurgia de reconstrução do hímen. Algo que vem se tornando recorrente no Oriente Médio onde as mulheres estão mais independentes e buscando a liberdade e diversidade de parceiros amorosos. Não pense que é uma estória pesada, triste. Nada disso. Dei várias risadas ao me “encontrar” com as mulheres mais diferentes, num local tão distante e no entanto, sentir-me tão próxima à elas. Afinal, mulheres, um chá – ou café – e umas fofoquinhas, existem em todos os locais e culturas, não é?! Divertidíssimo.





O Corcunda de Notre Dame

Conheci essa famosa estória primeiro pelo desenho da Disney. E agora foi a vez do quadrinho. Não li o livro ainda e essa leitura da HQ só me deixou com vontade de conhecer a estória original.

Fantástico. Me fez querer ler o original

Que fantástica obra de Victor Hugo. Desconfio que tudo o que esse homem escreveu foi e continuará sendo primoroso.
Vide o incrível Os Miseráveis que li ano passado!
A estória de Quasímodo é triste, não tem a leveza dos desenhos...e o final? Digno de Victor Hugo. Maravilhoso.

Por fim…uma leitura que iniciei mês passado e comentei aqui com vocês: A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo.

Uma belíssima...decepção!

Pior, foi o equivalente a enfrentar uma sessão de tortura de tão chato, meloso. Pra mim foi o equivalente nacional aos livros de Jane Austen (que detesto). Previsível, personagens masculinos extremamente arrogantes e machistas. Pode ter sido um marco na época mas  hoje se tornou "comum". É claro que ele ainda é muito pedido nas escolas ao se estudar o período Romântico mas o romantismo pra mim se resume em Helena de Machado de Assis e só. Vade Retro, Joaquim M. de Macedo e sua moreninha.

Bem, sigamos unidos pela leitura, cada um em suas casas, aproveitando esse tempo para, além de ler, refletir sobre nossa vida, praticar a empatia, vibrar bons pensamentos, orar - cada um em sua crença - para que tudo isso passe rapidamente e voltemos não ao normal, porque foi a aparente normalidade que nos trouxe até aqui, mas que voltemos mais fortes e amorosos.

Bj
Lu




Siga-nos no Instagram

@fabipsanchez78

@tworeadergirls

@cristianeolis78

@culinariaehorta

@leilabookcook 




4 comentários:

  1. Adorei sua animação nesse post Lu 😂❣️
    Estou com pequenas grandes mentiras aqui pra ler mas os livros de graça do Amazon não me deixam começar kkkk.
    Adorei o post ❣️

    ResponderExcluir
  2. Adoro seus posts, dá vontade de ler tudo o que vc indica, até os que vc não gostou, só pra falar que é ruim mesmo kkkk!!!
    Bjks!

    ResponderExcluir
  3. só pra criticar mesmo...rsrsrs Bjss

    ResponderExcluir